Sistema de Submissão de Resumos, I Encontro de Iniciação Científica - 2011 (ENCERRADO)

Tamanho da fonte: 
MODELAGEM DA EUPS - EQUAÇÃO UNIVERSAL DE PERDA DE SOLO EM SIG - SISTEMA DE INFORMAÇÃO GEOGRÁFICA - NA BACIA DO RIO UNA/SP
Cláudia Francisca Escobar Paiva, Caio Biz Malassise

Última alteração: 2011-09-08

Resumo


Introdução

As perdas de solo estão entre os principais impactos ambientais da atualidade. Sabe-se que, muitas cidades brasileiras e paulistas são afetadas por processos erosivos hídricos, os quais podem propiciar inúmeras situações de risco à comunidade devido ao seu elevado poder destrutivo, afetando a infra-estrutura urbana e gerando uma elevada taxa de perda de solos agricultáveis.

A região escolhida para levantamento e tratamento dos dados é a bacia hidrográfica do rio Una, localizada no Vale do Paraíba, leste do Estado de São Paulo, em virtude de sua prioridade dentro do CBH (Comitê das Bacias Hidrográficas do Rio Paraíba do Sul).

 Objetivos

Esta pesquisa tem por finalidade a modelagem da Equação Universal de Perda do Solo (EUPS) com o emprego de Sistemas de Informações Geográficas (SIG), com o objetivo de avaliar quais são os fatores que mais contribuem para a erosão hídrica da bacia do rio Una.

 Metodologia

Inicialmente, foi criado um banco de dados geográficos que corresponde fisicamente a um diretório onde estão armazenados os dados com informações de hidrografia, topografia, limites da bacia e uso do solo. A seguir, foram definidas categorias e classes temáticas às quais pertencem os dados. Desta forma, foi definido um projeto que constitui a área física de trabalho. E, finalmente, a manipulação e integração de dados foram realizadas a partir das funções disponíveis no SIG/SPRING e pelo uso da Linguagem Espacial para Geoprocessamento Algébrico – LEGAL.

 Resultados

Através da análise realizada, percebe-se a forte correlação entre o Mapa de Perda de Solo para a bacia do rio Una e os Fatores CP (Uso e Manejo e Práticas Conservacionistas) e K (Erodibilidade).

Os resultados mostraram que a bacia do rio Una possui cerca de 65% de sua área com sérios problemas de perdas de solo, isto é, valores acima do limite tolerável (10 t/ha/ano).

 Conclusões

O software SPRING foi decisivo no cruzamento dos dados de entrada e na geração dos produtos cartográficos necessários para as avaliações propostas.

Acredita-se que, dados mais representativos, atuais e detalhados aproximarão a modelagem da EUPS das reais condições de uso e parcelamento de solo na bacia do rio Una e, consequentemente, das efetivas perdas de solo.

Conclui-se que, em trabalhos de modelagem geoambiental, é de suma importância a qualidade e a representatividade dos parâmetros envolvidos na análise realizada.