Sistema de Submissão de Resumos, I Encontro de Iniciação Científica - 2011 (ENCERRADO)

Tamanho da fonte: 
Quem são nossos ex-alunos? Trajetória dos primeiros egressos do BCT.
Ana Keila Mosca Pinezi, Jéssica Apóstolo Pereira

Última alteração: 2011-09-09

Resumo


             A UFABC foi criada em 2006 por um programa governamental de expansão do ensino superior e já nasceu com uma política de afirmação. 50% de suas vagas são oferecidos a alunos cotistas, oriundos de escola pública. Dentro desses 50%, um percentual também é destinado a negros e indígenas. Outra inovação oferecida pela universidade seria a oferta de um novo curso interdisciplinar, o BCT, que promoveria o desenvolvimento da pesquisa e qualificaria os profissionais a atuarem em diversos setores do mercado de trabalho. Diante disso, o objetivo desta pesquisa é acompanhar a trajetória e traçar o perfil dos primeiros egressos do BCT da UFABC. O método utilizado nesta pesquisa é o etnográfico, e foram realizadas entrevistas com os primeiros 22 egressos do BCT. As entrevistas foram gravadas e transcritas. Foi realizado também um estudo teórico sobre as propostas da UFABC e sobre ações afirmativas. O perfil dos primeiros egressos do BCT é heterogêneo, visto que não há apenas uma classe social predominante. A pesquisa apontou que os egressos demonstraram satisfação em concluir o BCT, reconhecendo ser uma formação diferenciada e completa. 87% dos egressos aprovaram o BCT, e os que não aprovaram disseram que somente o BCT não é o suficiente para ingressar no mercado de trabalho. A interdisciplinaridade e a chance de ter o contato com diversas áreas do conhecimento antes de escolher qual carreira seguir foi um dos principais elementos apontados pelos egressos como vantagens do BCT. Os egressos admitiram que ingressaram na UFABC apenas por ser uma universidade pública, porém permaneceram pelas oportunidades de continuar o estudo e por acreditarem em seu potencial. A maioria não soube dizer se ingressou por cotas ou não. Além disso, os egressos demontraram poucas informações sobre as políticas afirmativas. Boa parte dos egressos continuou a estudar na UFABC e estão fazendo um curso pós-BCT. A maioria continua a fazer pesquisa de Iniciação Científica. Alguns resolveram fazer um curso de pós-graduação stricto sensu na própria instituição. A UFABC é uma universidade nova que, graças à quantidade de bolsas oferecidas, tanto socioeconômicas quanto de pesquisa de iniciação científica e de pós-graduação, possibilitou a formação de alunos com menor poder aquisitivo. Os egressos consideraram a UFABC como uma universidade que ainda não está completa, mas que no futuro poderá estar entre as melhores universidades do país.