Sistema de Submissão de Resumos, I Encontro de Iniciação Científica - 2011 (ENCERRADO)

Tamanho da fonte: 
Investigação da Dissolução do Cobre nos Eletrocatalisadores de PtSnCu/C. Avaliação do Desempenho para as Reações de Oxidação de Etanol.
Mauro Coelho Santos, Denise Romeu Filgueiras, Rodrigo Fernando Brambilla de Souza, Júlio César Martins Silva, Fernando Carmona Simões

Última alteração: 2011-09-11

Resumo


Introdução: A pesquisa por eletrocatalisadores que forneçam um melhor desempenho para as células à combustível é grande. Eletrocatalisadores de PtSn/C apresentam um ótimo desempenho para a reação de oxidação do etanol nas DEFC. O eletrocatalisador de PtCu/C foi aplicado em células a combustível a metanol, mostrando boa eficiência na oxidação.Objetivos: Estudar o efeito da dissolução do cobre nos eletrocatalisadores ternários de PtSnCu/C para a reação de oxidação do etanol. Procedimento Experimental: Os eletrocatalisadores de PtSnCu/C foram preparados nas seguintes proporções (60:20:20),(68:22:10) e (71:24:5) todos com carga metálica de 20% (m/m).Os eletrocatalisadores foram desenvolvidos pelo método dos precursores poliméricos[3]. A solução precursora foi preparada dissolvendo ácido cítrico e etileno glicol usando a razão 1:8 a 60ºC. Tendo uma razão final com metal, ácido cítrico e etileno glicol igual a 1:50:400. Em seguida a mistura foi homogeneizada no ultrassom por 40 minutos e posteriormente levada ao forno em atmosfera de N2 por 2 horas à 400ºC (com taxa de aquecimento de 5°C/minuto).Resultados: Com as voltametrias de caracterização eletroquímica dos eletrocatalisadores foi possível observar para todas as proporções uma mudança no perfil do material indicando a perda de material para a solução, e a posterior presença da platina em maior quantidade, apresentando caracteristicas do perfil do eletrocatalisador de Pt/C. Com as voltametrias cíclicas para a reação de oxidação do etanol foi possível perceber para o eletrocatalisador na proporção (71:24:5) que depois dos 500 ciclos ele apresentou uma atividade eletrocatalítica parecida com a atividade do eletrocatalisador de Pt/C, devido essa ser a proporção com maior quantidade de platina. Todas as proporções dos eletrocatalisadores tiveram seus potenciais de inicio de reação de oxidação maiores depois dos 500 ciclos, fato esse que pode ser atribuído a perda de cobre para a solução. Com as cronoamperometrias observou-se que todas as proporções apresentaram uma diminuição em sua atividade eletrocatalítica depois dos 500 ciclos, e que o eletrocatalisador na proporção (60:20:20) apresentou uma maior diminuição da atividade eletrocatalítica para o oxidação de etanol que os outros eletrocatalisadores, isso deve se ao fato de que a diminuição eletrocatalítica é possivelmente ocasionada pela perda do cobre para a solução, e como nessa proporção o cobre se encontra em maior quantidade a diminuição foi maior.Conclusão: Os eletrocatalisadores apresentaram boa atividade para reação de oxidação do etanol. E devido aos testes é possível observar que está sendo perdido cobre para a solução, afetando a atividade eletrocatalítica.