Sistema de Submissão de Resumos, I Encontro de Iniciação Científica - 2011 (ENCERRADO)

Tamanho da fonte: 
Sistema de Localização Ubíquo Acessível a Deficientes Visuais
Juliana Cristina Braga, Felipe Siller

Última alteração: 2011-09-11

Resumo


O perfil dos usuários que se beneficiam dos diversos recursos tecnológicos fornecidos pelos dispositivos móveis é cada vez mais heterogêneo, dado a crescente popularização e disponibilização desse aparelho. Exemplos desta diversificação incluem envio de mensagens de texto (SMS), jogos, acesso a Internet e localização de pessoas e lugares.  Por outro lado, a grande maioria dos celulares necessita da interação e uso de mais de um sentido (visão, audição, tato), fato que determina a dificuldade ou impossibilidade para que parte deste público potencial possa fazer uso adequado desses dispositivos.

Diante da expansão do uso dos celulares, fez-se necessário a criação de ferramentas que possibilitem o seu uso por portadores de deficiência, fazendo com que esse grupo de pessoas tenha também acesso aos inúmeros recursos que essa tecnologia oferece. Atualmente, já existem nos celulares recursos que atendam aos requisitos de acessibilidade para os portadores de deficiência. Entretanto, muitos desses recursos são caros e desenvolvidos de modo alheio às reais necessidades dos seus usuários.  Dentre os diversos aplicativos existentes para deficientes visuais, o GPS mereceu destaque nessa pesquisa. Isso porque a combinação do GPS com aparelhos celulares facilita o cotidiano de qualquer pessoa, fornecendo de forma prática o direcionamento correto para o destino desejado. Em especial, para os portadores de deficiência visual o GPS para celulares serviria como um “cão guia”, ampliando assim a habilidade de locomoção desses indivíduos. Em vista das dificuldades que os deficientes visuais possuem em acessar o celular com GPS embutido, e dos benefícios que essa funcionalidade traria para o seu cotidiano, os objetivos dessa pesquisa foram propor, implementar e testar uma arquitetura para um GPS embutido em um celular facilmente acessível a deficientes visuais por meio da recepção e emissão de comandos de voz. Para o desenvolvimento da arquitetura foi utilizado a linguagem JAVA, o sistema operacional Android e o Websevice Google Directions. O trabalho foi concluído com sucesso e deixa como contribuições: a) uma arquitetura que pode ser utilizada no desenvolvimento de um GPS; b) uma metodologia que pode ser utilizada no desenvolvimento de outros aplicativos acessíveis para deficientes; d) um GPS que poderá ser facilmente aprimorado e utilizado para auxiliar na localização dos deficientes visuais. E finalmente, de forma geral o trabalho pode servir de incentivo a inclusão digital de deficientes visuais ao mostrar que é possível desenvolver aplicativos para dispositivos móveis assistivos usando tecnologias gratuitas.