Sistema de Submissão de Resumos, I Encontro de Iniciação Científica - 2011 (ENCERRADO)

Tamanho da fonte: 
Sistema de Informação Geográfica para o Estudo da Conservação da Fauna Silvestre ao Longo das Rodovias.
Juliana Marin Pedro, Juliana Braga, Ricardo Miranda Braga, Laercio NAMIKAWA, FRANCIANE ALMEIDA da SILVA

Última alteração: 2011-09-11

Resumo


Se por um lado a construção de estradas fornece progresso, por outro ela fragmenta a paisagem e interrompe o fluxo de algumas espécies animais. Essa fragmentação causa uma expressiva alteração nas relações ecológicas entre as espécies que utilizam a borda das estradas. Os principais impactos causados pela construção de estradas em áreas naturais são: (i) destruição ou alteração de hábitats, com consequente redução nos tamanhos das populações; (ii) distúrbios, efeito de borda, e introdução de espécies exóticas; (iii) incremento na mortalidade da fauna devido ao tráfego de veículos; e (iv) fragmentação e isolamento de hábitats e populações. No caso das rodovias, o impacto mais facilmente observado é o atropelamento da fauna silvestre por atropelamento. Não existem estimativas precisas no Brasil que permitam traçar a real dimensão deste impacto, no entanto o estudo e entendimento dos atropelamentos dos animais na beira das estradas são fundamentais para que medidas mitigadoras possam ser implantadas. Muitas vezes uma análise estatística tradicional em cima dos dados de mortalidade de animais na beira da estrada não é suficiente para mostrar a influência dos aspectos geográficos dos arredores das estradas no atropelamento dos animais. Esse problema acaba impossibilitando a implantação de medidas preventivas realmente eficientes. Diante desse contexto e em vista da importância e da necessidade de analisar a influência dos aspectos geográficos de uma região no atropelamento da fauna, o presente trabalho teve como objetivos: i) importar uma base de dados de 9 anos de atropelamento de animais na beira de uma estrada para um Sistema de Informação Geográfica (SIG) e ii) gerar um manual didático contendo a metodologia para realizar a importação da base indicada. A metodologia utilizada no trabalho constituiu no levantamento, análise espacial e validação dos dados de atropelamento fornecidos por uma ONG. Um software gratuito denominado SPRING foi utilizado como sistema de informação geográfica para importação desses dados. Os objetivos do trabalham foram realizados com sucesso e as seguintes contribuições foram deixadas: i) O trabalho forneceu uma base de dados georeferenciada contendo 9 anos de informações sobre monitoramento de mortalidade de animais que poderá  ser utilizados para futuras analises; ii) A partir dos dados fornecidos pelo trabalho serão realizadas analises espacial como: avaliar a influencia do uso do solo e da velocidade de cada trecho da rodovia no atropelamento de animais; iii) O trabalho forneceu um manual que possibilitará que outros profissionais possam reproduzir a mesma metodologia com dados de outras regiões.