Sistema de Submissão de Resumos, I Encontro de Iniciação Científica - 2011 (ENCERRADO)

Tamanho da fonte: 
Nanocatalisadores metálicos de Au e Pd suportados em carbono sintetizados pelo método coloidal
Angela Albuquerque Teixeira Neto, Luana Elisa Cardoso de Siqueira, Érico Teixeira Neto

Última alteração: 2011-09-11

Resumo


Catalisadores são muito utilizados nos diversos setores da indústria pois contribuem para a diminuição da energia gasta para as reações. Em especial os catalisadores heterogêneos são amplamente explorados pois podem ser facilmente retirados do meio reacional. Entre as possíveis rotas de síntese de nanopartículas está a sintese coloidal. Esse método consiste em duas etapas: a formação das nanopartículas e o controle de crescimento das mesmas. O objetivo desse trabalho é é a síntese de nanocatalisadores metálicos de Au/Pd suportados em carbono pelo método coloidal. Utilizando o PVP (polivinilpirrolidona) e o citrato de sódio como agentes de recobrimento e o borohidreto de sódio como agente redutor. A preparação e a deposição das particulas sobre o suporte foram feitas em pequenos frasquinhos de 12 mL sempre limpos para evitar contaminação do meio. As sínteses foram realizadas em temperatura ambiente, em meio ácido e sob agitação em banho de ultrassom para melhor homogenização. A fonte de ouro e de paládio foram respectivamente: HauCl4 e acetato de paládio. Os materiais sintetizados foram caracterizados por espectrofotometria e microscopia eletrônica de varredura e de transmissão. A  análise dos espectros gerados pelo espectrofotometro permitiu estimar que as particulas de ouro formadas tinham tamanho entre 1-50 nm. Para uma caracterização completa dos catalisadores foram feitas imagens de microscopia do material depois de depositado sobre o suporte. As imagens de microscopia eletrônica de varredura mostraram que a deposição das particulas sobre o suporte estava bem homogênea, com algumas partículas grandes espalhadas pelo suporte. As imagens obtidas no microscopio eletrônico de transmissão mostram que as particulas possuem tamanho bem reduzidos, entre 1-10 nm quando sintetizadas com o PVP como agente de recobrimento e entre 10-20 nm quando utilizado o citrato de sódio. Além disso os spectrum image de diversas áres dos dois materiais (particulas separadas e liga) mostraram que há a foramação de ligas e de monocristais em ambos os caralisadores, o que não era esperado, já que os materiais foram preparados para conter apenas um tipo de particulas. Esses resultados mostraram que método de síntese proposto para o projeto funciona, as particulas são bem formadas e de tamanho nanométrico. Após uma revisão do método, percebeu-se que o agente redutor não estava em excesso no meio reacional o que explica a formação de liga e de monocristais em ambas as preparações.