Sistema de Submissão de Resumos, I Encontro de Iniciação Científica - 2011 (ENCERRADO)

Tamanho da fonte: 
Análise filogenética do gene ahpC em Leptospira ssp
Lívia de Moraes Bomediano, Luciana Campos Paulino, renata maria augusto da costa

Última alteração: 2011-09-11

Resumo


Introdução

Leptospirose é uma importante zoonose que figura entre as doenças tropicais negligenciadas, sendo responsável por sérios problemas de saúde pública, resultando em custos à economia. A doença é causada por uma bactéria patogênica do gênero Leptospira, o qual contém tanto espécies patogênicas (complexo interrogans) como espécies saprófitas (complexo biflexa) pertencentes à ordem Spirochaetales. Como qualquer agente infeccioso, as leptospiras precisam superar um grande desafio imposto pelo sistema imunológico do organismo hospedeiro: espécies reativas de oxigênio e nitrogênio produzidas pelos macrófagos. O organismo modelo, Escherichia coli, responde rapidamente ao estresse oxidativo ativando a transcrição de genes com função antioxidante. A identificação de genes com função antioxidante é importante porque pode sugerir alvos em potencial para intervenção imunológica. Um gene importante sob este contexto é o gene ahpC, parte do operon ahpCF, codificante para o sistema de proteínas peroxidase NADH dependente e peroxinitrito reductase, envolvido diretamente com a redução de peróxidos e peroxinitritos. Ambas as espécies patogênica e saprófita das leptospiras apresentam o gene ahpC, mas somente a espécie saprófita, Leptospira biflexa, possui o gene ahpF.

Objetivos

O objetivo geral deste trabalho é identificar seqüências mais próximas aos organismos de interesse e a realização de uma análise filogenética para o gene ahpC em Leptospira ssp de forma a compreender melhor a sua relação com o organismo modelo.

 Metodologia

  A identificação das sequências gênicas foi feita através de busca por sequência de similaridade no banco de dados não redundante do GenBank. Os dados gerados neste trabalho foram documentados em planilha de banco de dados Excel e utilizados para a reconstrução filogenética no programa Phylip (Felsenstein J: PHYLIP Phylogeny Inference Package (Version 3.2).

 Resultados

 Os resultados apontam similaridades entre este gene não só com outras bactérias além do organismo modelo, mas também com organismos eucariotos, apresentando um alto grau de semelhança com as sequências destes organismos.