Sistema de Submissão de Resumos, I Encontro de Iniciação Científica - 2011 (ENCERRADO)

Tamanho da fonte: 
A ÊNFASE NO LOCAL NAS NOVAS FORMAS DE FAZER JORNALISMO
Arquimedes Pessoni, Larissa Amélia Alves da Costa

Última alteração: 2011-09-02

Resumo


A internet atualmente permite que informações sejam divulgadas instantaneamente através de veículos de comunicação como os portais de notícias e essa prática cada dia chama mais à atenção da comunidade no que diz respeito ao fazer notícia. Tornar público acontecimentos referentes ao local (considere local como espaço físico, por exemplo, o bairro, a comunidade, a cidade ou a região) se torna importante para a sociedade, buscando trazer mais para perto o sentido das informações divulgadas, ou seja, tentando “glocalizar” as informações.

A pesquisa buscou estudar as novas formas de fazer comunicação, apegando-se a formação de notícias, expondo como um leitor pode se tornar um gerador de notícias, abrindo espaço para o conhecido até então como jornalismo participativo ou regional. O estudo foi voltado ao espaço Vc Repórter do portal Terra e a maneira como as notícias estão dispostas dentro do portal.

Para tal, utilizou-se de pesquisa exploratória e descritiva, ou seja, levantamento de informações sobre o assunto e selecionado o que melhor cabia ao objeto de estudo. Foi realizada análise do conteúdo das notícias veiculadas através do método da semana construída. Durante um período determinado de sete semanas colheu-se os dados das notícias para análise. Na primeira semana, as notícias foram do domingo; na segunda semana as notícias da segunda-feira e assim por diante. Realçando que não somente o conteúdo das notícias foi analisado, como também, os geradores de notícias para, assim, levantar um parâmetro sobre os emissores-receptores.

A pesquisa revelou que durante os dias da semana o número de notícias vinculadas é maior com destaque para segundas e terças–feiras; demonstrou que o perfil da maioria dos colaboradores é de homens, da região Sudeste e que as notícias são mais ligadas a problemas relacionados à cidade. O texto ainda passa por avaliação de um profissional do Portal Terra antes de ser veiculado. No portal existem formulários de dicas para redigir textos de uma maneira mais parecida com o ensinado aos profissionais de jornalismo.

Conclui-se que, apesar da iniciativa do portal ser muito boa, há algumas falhas que necessitam mudanças, como por exemplo esse filtro jornalístico. A estrutura do site é limpa e permite que o emissor-receptor se sinta à vontade para postar o conteúdo. Conclui-se, também, que o assunto é muito vasto e que a amostragem foi pequena,  merecendo outros estudos para entender-se melhor essa nova forma de fazer jornalismo.