Sistema de Submissão de Resumos, I Encontro de Iniciação Científica - 2011 (ENCERRADO)

Tamanho da fonte: 
Estudo da aplicação da energia fotovoltaica como fonte de potência no ambiente Smart-Grid para veículos elétricos
Sérgio Henrique Oliveira, Breitner Szot Marczewski

Última alteração: 2011-09-11

Resumo


Introdução: A preocupação com os elevados índices de poluição emitidos pelo setor de transportes nas grandes cidades, motivou a busca por soluções sustentáveis. Tal problema pressiona a indústria automobilística que, aliado à uma possível escassez de petróleo, busca desenvolver veículos mais eficientes ou independentes deste recurso. O tipo de veículo que vem atendendo satisfatoriamente tais necessidades é o automóvel elétrico. Este possui um banco de baterias que armazenam a energia a ser usada pelo motor, porém, pode servir também como uma importante reserva energética a rede elétrica. Ter acesso a tal recurso, demanda investimento na infraestrutura da rede, com a instalação de sistemas de comunicação e controle. Desta forma, a rede elétrica será dotada de certa autonomia e inteligência, sendo denominada de rede inteligente. Assim, quando a rede necessitar, ela automaticamente fará uso da energia do banco de baterias dos automóveis conectados a ela. Ademais, propôs-se o uso de painéis fotovoltaicos para servir como fonte de potência aos veículos elétricos, uma vez que tal energia é altamente adaptável ao meio urbano e não emite gases do efeito estufa durante seu funcionamento.

Objetivos: Determinar se é possível empregar em grande escala veículos elétricos conectados à uma rede elétrica inteligente recarregados por painéis fotovoltaicos.

Metodologia: Estudou-se as características do balanção energético nacional e determinou-se a demanda de energia pelos veículos elétricos. De posse deste valor, verificou-se se os painéis fotovoltaicos poderiam atender tal demanda, utilizando um espaço aceitável dentro do meio urbano.

Resultados: A demanda energética da frota estimada para o ano 2022 teria uma participação de 0,29% em toda a matriz de energia brasileira. A potência requerida destes veículos é de 1,3 kWp, demandando uma área total menor que 15 m² empregando-se um painel policristalino de 135 Wp, modelo Kyocera Solar – KD135SX-UPU.

Conclusão: Em vista dos valores encontrados, temos que o uso dos veículos elétricos em larga escala não irá sobre demandar a matriz energética. Também, temos que a potência requerida para a recarga dos veículos pode ser atendida por painéis fotovoltaicos, uma vez que a área necessária equivale ao teto de uma garagem residencial. Para efetuar todo o controle da recarga, otimizar o uso dos painéis fotovoltaicos, e empregar a energia do banco de baterias dos veículos, a rede elétrica deve ser dotada de equipamentos de comunicação e controle.