Sistema de Submissão de Resumos, I Encontro de Iniciação Científica - 2011 (ENCERRADO)

Tamanho da fonte: 
Mapeamento da produção acadêmica dos alunos de Comunicação Social da USCS: temáticas e perfis das pesquisas
Arquimedes Pessoni, Paulo Victor Trajano Mathias Duarte

Última alteração: 2011-09-02

Resumo


A pesquisa buscou analisar a produção acadêmica dos alunos de Comunicação Social da Universidade Municipal de São Caetano do Sul a partir da criação do programa de Iniciação Científica na instituição. A USCS completou recentemente 40 anos e um dos alicerces para esta conquista foi o desenvolvimento das pesquisas de Iniciação Científica.

Objetivos

O principal objetivo dessa pesquisa foi construir um estudo da realidade da pesquisa produzida pelos alunos de Iniciação Científica da USCS, no segmento Comunicação Social, e verificar quais as linhas de pesquisa e reais contribuições para o conhecimento que estão sendo oferecidas pelos estudos realizados na instituição. Como questionamentos respondidos durante esta pesquisa destacaram-se:

a)      Quantas pesquisas de iniciação científica já foram realizadas na instituição desde a criação do programa?

b)      Qual o perfil – gênero, idade, semestre e curso em que está matriculado ­­– do aluno-pesquisador de iniciação científica?

c)      Qual a temática e autores mais presentes nas pesquisas realizadas?

Metodologia

A pesquisa adotou ao mesmo tempo as metodologias de análise documental e de conteúdo e a análise bibliométrica das referências bibliográficas encontrada. Diante das dificuldades de acesso aos trabalhos, esta parte ficou prejudicada. Tratou-se, também, de estudo que teve o princípio da acessibilidade como referência para levantamento da produção científica em questão.

Resultados

No total, foram 51 pesquisas realizadas na universidade no período estudado. Dessas, o pesquisador teve acesso somente a 15 em forma de paper/artigo científico. Do total geral de pesquisas, 33 eram de alunos matriculados no curso de Jornalismo. A maioria dos pesquisadores era do sexo feminino, em número de 29 pesquisadoras. A professora que mais orientou pesquisas é a Profa. Dra. Priscila Perazzo, com oito pesquisas cadastradas na plataforma Lattes. Analisando as pesquisas obtidas, todas tinham um caráter histórico, todas analisavam um movimento influente na história, geralmente ocorrido na região do Grande ABC. Os dois autores mais citados pelos pesquisadores foram: Maurice Halbawchs, com a obra “A memória coletiva” e Jacques Le Goff, com a obra “História e memória. Como sugestão do pesquisador está a melhor organização dos trabalhos e a disponibilização dos mesmos em repositório a fim de popularizar o conhecimento produzido na área de Iniciação Científica da instituição.