Sistema de Submissão de Resumos, I Encontro de Iniciação Científica - 2011 (ENCERRADO)

Tamanho da fonte: 
CLASSIFICAÇÃO FUNCIONAL DE LESÕES EM IMAGENS DE ULTRASSONOGRAFIA INTRAVASCULAR COM HISTOLOGIA VIRTUAL
Samuel Alkmin, Fernando José Ribeiro Sales

Última alteração: 2011-09-20

Resumo


Introdução: A identificação e classificação de lesões ateroscleróticas considerando a morfologia da placa e de suas componentes têm sido utilizada em estudos envolvendo a Ultrassonografia Intravascular com Histologia Virtual (USIV-HV), pois está diretamente relacionada às análises realizadas por patologistas em cortes histológicos. Atualmente, não há disponível para distribuição nenhuma ferramenta que auxilie o médico especialista a realizar esta inferência. Objetivos: O objetivo deste projeto é a implementação de um classificador automático de lesões ateroscleróticas a partir das imagens de USIV-HV. Metodologia: Foi escolhido um ambiente de desenvolvimento baseado na linguagem Java para a implementação das ferramentas necessárias para a classificação, que será feita através da extração das componentes da placa e do estudo das relações de vizinha entre estas componentes. Tendo assim, que contemplar duas funcionalidades básicas: possibilidade de criação de programas pelo usuário e suporte para trabalhar com imagens digitais. Resultados: Os resultados obtidos pelo programa desenvolvido são fornecidos em uma tabela contendo o número da imagem com sua respectiva classificação, estes também são salvos em uma planilha de Excel proporcionando a integração de outros programas que utilizem esta plataforma. Conclusão: A implementação de um programa de classificação automática de lesões ateroscleróticas a partir das imagens de USIV-HV é uma ferramenta que pode auxiliar profissionais especializados por fornecer a rápida classificação de grandes quantidades de imagens. Tarefa esta que se realizada sem este auxílio, levaria muito tempo, dificultando a análise e diminuindo assim as chances de um diagnóstico preciso. Outra questão importante é a possibilidade de um estudo mais aprofundado das lesões, pois apesar das informações disponíveis, há poucas pesquisas relacionadas ao desenvolvimento e aos fatores que culminam em uma complicação destas lesões.