Sistema de Submissão de Resumos, I Encontro de Iniciação Científica - 2011 (ENCERRADO)

Tamanho da fonte: 
Síntesis, caracterização de nanocompositos de sílica dopada com érbio
Prof.Dr. nilo Mestanza, Aluno Isis Polido

Última alteração: 2011-09-15

Resumo


 Hoje, a produção de dispositivos emissores de luz baseados em silício, devido ao seu potencial para aplicações tecnológicas têm sido estudados, bem como seu processamento, que está sendo melhorado de modo a torná-lo mais simples. Neste trabalho é relatado o estudo sobre a síntese de nanopartículas de sílica dopado com érbio (NPs), e as análises da interferência de algumas variáveis de processo, como o tempo de recozimento, temperatura e concentração de érbio, a fim de torná-los mais eficientes, com emissão fotoluminescente centrada em torno de 1,55 milímetros, e com a menor largura a meia altura possível. As NPs são sintetizadas em meio ácido, através do método sol-gel em temperatura ambiente, necessitando apenas de uma temperatura elevada durante recozimento Caracterizações, tais como espectroscopia de FTIR, espectroscopia Raman e fotoluminescencia das amostras produzidas com a síntese de variados serão apresentados, bem como sua relevância e interferência nas NPs formadas. A Figura 1 mostra o processo de síntese sol-gel e na Figura 2 podem ser observadas as caracterizações espectroscopia Raman, (características: tempo de exposição máxima: 20 minutos, a linha de excitação: 488nm - laser de argônio), onde o pico localizado a 559,29 centímetros-1, característico de terras raras, como o érbio, só aparece quando a amostra foram expostas por mais tempo, e nas curvas (b) e (c), as amostras que foram expostas mais rápido, os picos são apenas as características da matriz de sílica cristalina