Sistema de Submissão de Resumos, I Encontro de Iniciação Científica - 2011 (ENCERRADO)

Tamanho da fonte: 
AS MELHORES PRÁTICAS DE DOCENTES DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO E SUAS COMPETÊNCIAS NA PERCEPÇÃO DOS ALUNOS
Lia Bronzeri Barbosa, Maessa Cristina Machado, Carla Roberta Moreira

Última alteração: 2011-10-14

Resumo


Introdução 

Investigou-se as competências e práticas de professores de uma universidade de São Paulo sob a ótica do corpo discente. O problema envolve as competências dos docentes e seus reflexos no conhecimento dos alunos. A questão analisada é que competências provocam impacto nas reflexões, experiências e/ou conhecimentos dos alunos?

Essa questão mostra algumas das experiências que foram satisfatórias na formação desses alunos e que, por serem valorizadas serão imitadas. Coloca em discussão competências que, na visão dos alunos, são necessárias ao professor. Socializa entre professores e alunos, a discussão da importância da troca na ação educativa.

 

Objetivos 

 Coletar informações para favorecer a gestão do conhecimento por meio da disseminação das melhores práticas acadêmicas. Investigar junto aos alunos as práticas docentes ou conteúdos que de alguma forma foram significativas, marcaram de alguma maneira a formação desses alunos, possibilitando a eles uma reflexão sobre a importância de alguns conteúdos para a formação do administrador.  A gestão do conhecimento é o principal desafio organizacional e foi potencializada pelo avanço tecnológico e pela velocidade das mudanças.

 Metodologia

 Aplicou-se questionário estruturado para alunos do oitavo semestre do curso de Administração estes indicaram as disciplinas que mais marcaram sua formação e as estratégias utilizadas pelos professores.

Para Lakatos e Marconi (2007), enquanto técnica de coleta de dados apresenta vantagens: a economia de tempo e pessoas para aplicação, atinge um grande público de uma vez. E desvantagens: perguntas sem respostas e dificuldade de compreensão por parte dos respondentes.

 Resultados

 

Os resultados sugerem um mapeamento para análise e aperfeiçoamento de algumas competências docentes, o que contribui também com a instituição de ensino. Na percepção dos alunos conhecimento teórico e prático do docente, é muito importante. A conjugação desses tipos de conhecimento e a comunicação e o envolvimento do professor, são considerados importantes.

Entretanto as afirmativas voltadas à qualidade, envolvimento e participação dos alunos, liderança do professor e outras formas de apresentação dos temas foram percebidas como de pouca e sem importância.

 Conclusão

 

Esses aspectos, também insinuam que a pesquisa não esgotou todas as possibilidades e em vários aspectos, não se mostrou conclusiva.

O que se pode verificar é a necessidade, cada vez maior, de ampliar para o docente não apenas os temas tratados em sala de aula, mas também quais as estratégias, e principalmente, o “por que” da utilização de tais estratégias em sala de aulas e os resultados que essas aplicações.