Sistema de Submissão de Resumos, I Encontro de Iniciação Científica - 2011 (ENCERRADO)

Tamanho da fonte: 
Clonagem de receptor para IGF-1 constitutivamente ativo em vetor de expressão viral músculo - específico para fibras do tipo I - (oxidativas)
Michelle do Nascimento-Sales, Marcelo Augusto Christoffolete

Última alteração: 2011-09-20

Resumo


Introdução. No combate à obesidade, o tecido muscular esquelético (TME) tem sido apontado como promissor sitio de dissipação energética. Composto por diferentes fibras classificadas de acordo com seu perfil metabólico, as fibras do tipo I – lentas  oxidativas – destacam-se por expressar preferencialmente enzimas que atuam na oxidação de lipídeos, utilizando ácidos graxos como substrato energético. Estrategicamente, promover a hipertrofia muscular de forma específica nesse tipo de fibra aumentaria a demanda energética basal, enquanto o tecido adiposo tenderia a atrofiar, diminuindo seu volume.

Objetivo. Induzir hipertrofia muscular em fibras tipo I, lentas-oxidativas.

Metodologia. RNA total foi extraído de células MCF7 de acordo com o protocolo do TriReagent (Sigma). Após extração, submetido a RT-PCR para a porção aminoterminal (1-682) do receptor para EGF (ERBb2) e porção carboxiterminal (929-1367) do receptor para IGF1.

Resultados. Obtivemos amplificação do receptor de ERBb2 como esperado, mas ainda não foi possível obter o fragmento para o receptor para IGF-1.

Conclusão. Os passos para obtenção de um vetor bem sucedido dependem de um grau mínimo de expressão do gene de interesse, o qual pode ser perdido por condições de cultura de células.