Sistema de Submissão de Resumos, I Encontro de Iniciação Científica - 2011 (ENCERRADO)

Tamanho da fonte: 
ESTIMATIVA DO TEOR DE POLIFENÓIS EM CERVEJA NACIONAIS USANDO OS COMLEXOS Cu(II)/NEOCUPROÍNA
Tieme Nakamura, Prof. Horácio Moya

Última alteração: 2011-09-20

Resumo


Introdução: Polifenóis são compostos secundários encontrados em alimentos e apresentam boa capacidade antioxidante. Neocuproína (NC) é um composto que forma com Cu2+ o complexo amarelo Cu(NC)22+ (pH 7,0, NH4Ac 90 mM). Quando ácido tânico (AT) é adicionado a essa solução, Cu2+ é reduzido formando o complexo laranja Cu(NC)2+, o qual já foi utilizado para a determinação do teor de polifenóis (TP) em amostras de vinho1.

Objetivo: Quantificar o TP com os complexos Cu(NC)22+ em cervejas.

Método: Medições espectrofotométricas após 30 min. mostram que os valores de absorbância em 454 nm são proporcionais a concentração de AT. Cu(NC)22+ foi preparado adicionando 750 mL de Cu(II) 93,1 mM, 4,5 mL de NH4Ac 2,0 M, 15 mL NC 12,2 mM, em balão volumétrico de 50,0 mL. Curva analítica obtida com solução padrão de AT (y = 0,018 + 348.480.x; r = 0,997) mostra que a FLT varia de 0,8 a 2,6 mM com LD 0,4 mM.

Resultados e Conclusão: Cinco amostras de cervejas foram avaliadas pelos métodos proposto e da AOAC2. Os teores (mg L-1 de AT) para as amostras 1, 2, 3 (não alcoólica), 4 e 5 para o método oficial foram: (362±7,9); (355±12); (212±8,1); (399±25) e (333±31) e para o proposto: (159±37); (157±4,4); (69±6,5); (170±14) e (132±4,9), respectivamente. Taxas de recuperação variaram de 74,8-107 %. A realização do teste t emparelhado (p < 0,05) mostrou que não houve diferenças significativas. O uso dos complexos de Cu(NC)22+ mostrou-se adequado para estimar TP em cervejas. Como as massas molares e a estrutura química dos polifenóis nessas amostras são diferentes, a resposta analítica obtida dependerá desses fatores o que pode explicar as divergências encontradas3.

 

Agradecimentos: FAPESP.

1Lee, G., Rossi, M. V., Coichev, N. e Moya, H. D. Food Chem. 126, 2011, 679.

2Horwitz, W. (ed). Official Methods of Analysis of the Association of Official Analytical Chemists, AOAC, 11th ed., 1970, Washington, USA.

3Nakamura, T. e Moya, H. D. Quantificação do teor de polifenóis totais em amostra de cerveja utilizando o método CUPRAC modificado. 16ª. Encontro Nacional de Química Analítica, Campos do Jordão, 2011, aceito.